Posts com a tag poesia

  • avatar

    Deixar ir

    Olga Cardoso Pinto, em acordaescritahá 5 horas

    Num momento desta vida onde tudo parece conturbado Nascerá um novo dia mais radioso, iluminado Olho-te feito homem, nesse corpo de criança Quantos pensamentos, vontades e sobre eles a esperança Abraço-te, não quero deixar-te ir És meu, do meu corpo feito Não quero deixar-te (...)

    Ler mais
  • avatar

    O MEU FADO MAGOADO

    poetaromasi, em poemasdeamoredorhá 18 horas

    O MEU FADO MAGOADO Rogério Martins Simões   O meu fado magoado Passa o dia a noite inteira A trinar numa guitarra O meu fado que é tão triste Percorre as velhas tabernas Bebendo por todo o lado.   Se tarde tarda a noite Acorda num sobressalto Toda a minha fantasia Das ruas do (...)

    Ler mais
  • avatar

    David Ferreira (s/ D. Mourão Ferreira)

    AMR, em anabelamotaribeirohá 19 horas

    “Depois do sucesso do Um Amor Feliz vai ao Brasil e conta-me quando vem: “Tive um romance de amor, mas ela já morreu”. Ele nunca tinha lido a Clarice Lispector, ou tinha lido de passagem, e ficou tão fascinado que decidiu escrever um romance, que nunca escreveu: o romance de (...)

    Ler mais
  • avatar

    pela mão

    Pedro Simão Mendes, em longingforcolorshá 20 horas

    quero levar-te pela mão ao lugar onde o mundo acaba.   é lá que seremos inteiros.   escrito a 02.02.2020

    Ler mais
  • avatar

    A Busca Poética

    Filipe Vaz Correia, em canecadeletras25/2/2020 às 14:30

      Não busco o sol nem a sua abrasadora verdade, Não busco a lua nem a sua secreta saudade...   Busco o olhar que se perdeu as mágoas por contar, Aquela ilusão que desvaneceu  desvanecendo o triste amar...   Busco as entrelinhas de um poema na entrelaçada emoção, Busco os (...)

    Ler mais
  • avatar

    Se te perguntarem por mim

    Rita PN, em contame-historias25/2/2020 às 08:55

    [Das canções que vou escrevendo]  Se te perguntarem por mim, Não lhes digas que parti... Nem que por aqui fiquei. A vida é mesmo assim, Um dia perto de ti Outro ao lado de ninguém. E se me chamarem, eu sei! O meu nome fica aquém Do lugar onde nasci.... De ser quem sou... de (...)

    Ler mais
  • avatar

    Recordando... Egito Gonçalves

    cateespero, em cateespero24/2/2020 às 23:00

    O TEU NOME É UM VOCÁBULO   O teu nome é um vocábulo de amor, uma carícia que a língua desenvolve. Não o posso pronunciar em voz alta quando não estou só. As respirações alheias corrompem: poderia dissolver-se no vento, fragmentar-se perder o seu mistério indecifrável, (...)

    Ler mais
  • avatar

    As sombras do silêncio

    francisco luís fontinha, em franciscoluisfontinha24/2/2020 às 17:56

    Acordava do sono emagrecido, O homem da nuvem embriagada, Cansado, Perdido, E, reclamava, E, gritava, A palavra enfeitiçada. E, hoje, nas camufladas ruas da cidade esquecida, Embrenhado na poesia, a canção do adormecido, O homem, cansado, denegrido, Escreve sem ânimo, (...)

    Ler mais
  • avatar

    O tempo não existe, somos nós que o fazemos

    nimbus, em ruadoimaginario24/2/2020 às 16:59

      Pois não era mais humano morrer por um bocadinho, de vez em quando, e recomeçar depois, achando tudo mais novo? José Gomes Ferreira, Viver sempre também cansa!, 1931   Nada nos é tão precioso nem tão íntimo como o tempo, o nosso tempo, neste instante de existência (...)

    Ler mais
  • avatar

    VEJO O TEU ROSTO

    letrasetretas, em terradesantamaria24/2/2020 às 14:24

        Em cada céu que se abre de manhã vejo o teu rosto desenhado na janela e um sol rubro da cor da romã enche a casa como uma aguarela. Estás longe da geografia do meu peito: - moras no meu coração em sarça ardente no mais recôndito de mim  tenho-te ao jeito de uma (...)

    Ler mais