Posts com a tag poesia

  • avatar

    Lago

    MariaS, em silencioshá 8 horas

                Mergulho neste lago efervescente  que me tornei. Nestes meses de profunda incerteza, que de repente herdei. Perdido o rumo deste batel que tranquila, pilotava. E a âncora que à Vida segura... me segurava.   O certo é que me sinto farta de acordar cansada. De (...)

    Ler mais
  • avatar

    ode para o futuro

    subjectividades, em subjectividadeshá 17 horas

    “Falareis de nós como de um sonho. Crepúsculo dourado. Frases calmas. Gestos vagarosos. Música suave. Pensamento arguto. Subtis sorrisos. Paisagens deslizando na distância. Éramos livres. Falávamos, sabíamos, e amávamos serena e docemente. Uma angústia delida, (...)

    Ler mais
  • avatar

    Passei o Dia Ouvindo o que o Mar Dizia

    V de Viver, em coisasqueeunaotedissehá 19 horas

      Eu hontem passei o dia Ouvindo o que o mar dizia. Chorámos, rimos, cantámos. Fallou-me do seu destino, Do seu fado... Depois, para se alegrar, Ergueu-se, e bailando, e rindo, Poz-se a cantar Um canto molhádo e lindo. O seu halito perfuma, E o seu perfume faz mal! Deserto de (...)

    Ler mais
  • avatar

    longe... mas aqui

    Cecília, em narizdecerahá 19 horas

    Num país velho, sem antiguidade pura morre-se à míngua de uma palavra nova, num país que soçobra e subsiste, longe, longe, mas aqui.    António Ramos Rosa in PARA RESPIRAR UM POUCO - Obra Poética I Assírio & Alvim (2018)    

    Ler mais
  • avatar

    FLUXOGRAMA

    Lucas Luiz, em poeminhoscult1/6/2020 às 21:18

    O poema é tão simples quanto a vida Não tem sentido. Alguma intuição, impulso, fio-condutor pressentido. Depois, depois o corte abrupto — como se nunca antes havido.

    Ler mais
  • avatar

    A peste

    AB Poeta, em abpoeta1/6/2020 às 19:29

      Desfila sobre o cavalo a ave de rapina e a boiada em polvorosa cumpre sua sina de ser gado de corte alegria de quem rumina   Carcará sobre o cavalo “coroné” de milícia cavaleiro do diabo de ódio contamina preza pelo apocalipse e ver a pátria em ruínas  

    Ler mais
  • avatar

    Dia Mundial da Criança | 1 de junho

    Isa Nascimento, em isanascimento1/6/2020 às 09:59

    Meu filho   Quanto não vale o teu sorriso Que é tudo o que preciso. Quanto não vale o teu abraço Para aquecer o meu regaço.   Meu fruto, minha oferta, Com fé te deixo no mundo Com o desejo profundo Que alcances a descoberta.   Descoberta da vida e do amor, Do respeito e do (...)

    Ler mais
  • avatar

    Dia da Criança

    Olga Cardoso Pinto, em acordaescrita1/6/2020 às 08:58

    Leilão de Jardim Quem me compra um jardim com flores? borboletas de muitas cores, lavadeiras e passarinhos, ovos verdes e azuis nos ninhos? Quem me compra este caracol? Quem me compra um raio de sol? Um lagarto entre o muro e a hera, uma estátua da Primavera? Quem me compra este (...)

    Ler mais